Última hora

Última hora

Confrontos na Costa do Marfim provocam número indeterminado de mortos

Em leitura:

Confrontos na Costa do Marfim provocam número indeterminado de mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Os confrontos que há vários dias têm lugar na Costa do Marfim fizeram, esta sexta-feira, um número indeterminado de mortos.

Manifestantes opostos ao presidente Laurent Gbagbo têm-se confrontado com as forças da ordem. Mas esta sexta-feira, as coisas degeneraram. Para além dos mortos, fontes hospitalares referem igualmente dezenas de pessoas feridas por balas em Gagnoa, uma cidade no sudoeste do país. Segundo a oposição, as forças de segurança marfinenses disparam contra os manifestantes.

Desde o início da semana que os marfinenses protestam contra o que os media locais já consideraram um golpe de Estado. Sexta-feira passada, o presidente dissolveu o governo mas conduziu no cargo, o primeiro-ministro, um antigo chefe da guerrilha, que tem agora até sábado para formar um novo executivo.

O presidente dissolveu também a Comissão Eleitoral, deitando por terra a perspectiva de eleições presidenciais em Março – um escrutínio inúmeras vezes adiado desde 2005 e causa da cólera da oposição.