Última hora

Em leitura:

Prisão perpétua para o polícia que matou duas pessoas


Rússia

Prisão perpétua para o polícia que matou duas pessoas

Prisão perpétua para o ex-polícia que matou duas pessoas na Rússia em Abril. A sentença foi lida no Tribunal de Moscovo esta sexta-feira.

Denis Yevsyukov foi declarado culpado de todos os crimes que lhe eram imputados excepto o de posse ilegal de arma.

O ex-membro das forças da autoridade foi condenado por ter morto a tiro duas pessoas e ferido sete.

O incidente ocorreu no seu dia de anos. Depois de ter discutido com a mulher matou um taxista e a caixa de um supermercado.

Na sequência deste incidente o Presidente Medvedev ordenou a reforma da polícia russa, um dos projectos mais ambicioso no país.

Esta reforma prevê cortes de pessoal, 20 por cento até 2012. Medvedev quer diminuir o número de departamentos dentro do ministério do Interior.

Outra das grandes bandeiras do Presidente é reduzir a corrupção, aumentando e melhorando o controlo interno.

A forma de financiamento deste ministério está também a ser discutida. Em 2008 o ministro recebeu mais de seis mil e seiscentos milhões de Euros do orçamento federal.

Para o Kremlin os crimes cometidos por polícias, os problemas disciplinares e a corrupção existente neste meio fazem desta uma reforma essencial.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Atentado na Inguchétia causa dois mortos