Última hora

Última hora

Haitianos manifestam-se contra falta de ajuda do governo

Em leitura:

Haitianos manifestam-se contra falta de ajuda do governo

Tamanho do texto Aa Aa

Não têm nada nem ninguém que os ajude. Estas são, em resumo, as queixas dos haitianos. Um mês após o sismo, e uma semana depois das primeiras chuvas, os haitianos manifestam-se contra o governo. Acusam as autoridades de não os ajudar.

Um milhão e duzentas mil pessoas vivem em acampamentos. “Somos mais de três mil pessoas a viver nesta zona”, perto de Port-au-Prince, diz um sobrevivente do sismo. “E há mais três acampamentos como este. Não temos nada. É por isso que nos manifestamos. Queremos que o governo nos ajude.” Uma mulher indigna-se também: “Perdemos as nossas famílias. Não temos água, não temos casas-de-banho. Precisamos de tendas e de água potável. Precisamos de comida. Aqui, estamos a viver como animais.”

Na quinta-feira, o responsável da ONU no Haiti apelou à comunidade internacional para que acelere o envio de tendas. A estação das chuvas já começou e as Nações Unidas receiam uma nova catástrofe humanitária no país.