Última hora

Última hora

Alta patentes militares presas na Turquia

Em leitura:

Alta patentes militares presas na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia turca deteve esta segunda-feira quatro dezenas de altas patentes das forças armadas. Os militares prepararam, alegadamente, um golpe de estado.

Entre os detidos estão os ex-chefes da Força Aérea, da Marinha, do Exército e outros dez comandantes militares.

São suspeitos de instigarem a conspiração com o intuito de derrubar o governo de Ancara.

As detenções dos generais Ibrahim Firtina, Ozden Ornek e Ergin Saygun estão relacionadas com a investigação de um plano de golpe de Estado preparado em 2003.

O plano previa, alegadamente, atentados contra duas mesquitas em Istambul, um outro contra um avião militar turco para forçar um confronto com a Grécia e a prisão de intelectuais que se mostravam contra o poder militar. Até agora, mais de 400 pessoas foram acusadas.

As Forças Armadas ganharam um grande poder no país depois da queda do império turco-otomano. Desde 1960 derrubaram quatro governos.

A prisão destes altos comandantes vem reforçar a contenda entre a elite secular e o governo.

O executivo quer diminuir a distância que separa a Turquia da União Europeia, para isso tenta reduziu o poder dos militares e reforçar as instituições democráticas.

Com este intuito anunciou a reforma do sistema judicial e da Constituição, legados do golpe militar de 1980.