Última hora

Última hora

Mossad "usurpa regularmente identidades"

Em leitura:

Mossad "usurpa regularmente identidades"

Tamanho do texto Aa Aa

A utilização de documentos falsos com a identidade de verdadeiros cidadãos ocidentais, pelos serviços secretos israelitas, está a gerar uma controvérsia na diplomacia internacional.

Peritos do Direito Internacional como o belga Paul de Hert falam de uma prática comum:

“A Mossad usa, por tradição, passaportes que pertencem a outros países e isso causa muita irritação. O mais grave aqui é o roubo de identidade. A usurpação de identidade é um problema muito sério. Neste caso específico, a resolução do problema sem recurso à justiça não é satisfatória, porque as vítimas sofrem. São colocadas em listas negras, os seus nomes passam a ser suspeitos e temem ataques pessoais. Por isso, há consequências muito graves para a integridade moral e física de alguns cidadãos”.