Última hora

Última hora

Turquia: Processo contra militares reabre tensão entre islamitas e laicos

Em leitura:

Turquia: Processo contra militares reabre tensão entre islamitas e laicos

Tamanho do texto Aa Aa

O exército turco de regresso ao banco dos réus, suspeito de uma nova conspiração contra o governo islamita moderado.

Seis oficiais na reserva compareceram para interrogatório frente ao procurador de Istambul, um dia depois da polícia ter detido mais de 40 militares.

A nova investigação surge depois de um jornal ter revelado documentos, em Janeiro, sobre um alegado plano dos militares para derrubar o governo.

Entre os oficiais detidos em prisão preventiva encontram-se os antigos chefes das forças armadas, força aérea e marinha turcas.

As novas acusações somam-se ao processo lançado há dois anos pela justiça em que centenas de militares e militantes da oposição pró-laica foram acusados de integrar uma sociedade secreta com o objectivo de fazer caír o governo.

Até agora todas as altas patentes militares de 2002 e 2003 estão indiciadas pela justiça, mas sem qualquer condenação.

O exército turco foi responsável pelo derrube de quatro governos nos últimos 50 anos.

O exército, garante da laicidade do Estado segundo a constituição turca, afirma-se inocente e fala de perseguição por parte do governo islamita moderado de Recep Erdogan.