Última hora

Última hora

Google condenado em Itália por violação da privacidade

Em leitura:

Google condenado em Itália por violação da privacidade

Tamanho do texto Aa Aa

O Google vai apresentar recurso da sentença dos tribunais italianos, depois de ter sido condenado por atentar contra a dignidade de um jovem com síndrome de Down.

Os juízes condenaram três responsáveis da companhia norte-americana a seis meses de prisão com pensa suspensa, por terem permitido a publicação de um vídeo em que o jovem é agredido por quatro colegas numa escola de Turim.

O porta-voz da Google considera que, “a decisão da justiça italiana atenta contra a liberdade de expressão. Dar o direito aos portais Internet de censurarem os vídeos publicados significa o fim da liberdade na Internet”.

O processo tinha sido interposto por uma organização italiana de ajuda a portadores de trissomia 21, depois da Google ter mantido o vídeo em linha durante mais de dois meses.

O portal norte-americano afirma ter acedido às queixas da associação, tendo colaborado na investigação para identificar os responsáveis pela publicação do vídeo.