Última hora

Última hora

Trabalhadores espanhois protestam contra aumento da idade de reforma

Em leitura:

Trabalhadores espanhois protestam contra aumento da idade de reforma

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de trabalhadores responderam aos apelos dos sindicatos e manifestaram-se, esta terça-feira, em Madrid, contra a proposta governamental do aumento da idade da reforma de 65 para 67 anos.

O protesto estendeu-se a dez cidades espanholas. Os manifestantes exigem que o governo desista da proposta.

O líder de um dos sindicatos explicou a necessidade de invadir as ruas. “Esta é a resposta à agressão do governo em quanto à proposta da reforma das pensões”.

O presidente do executivo, José Luiz Zapatero referiu-se ao assunto, durante uma visita a Madrid de Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia.

Zapatero fundamentou a alteração ao limite de aposentação quase como um mal necessário e disse que ainda vai ouvir os sindicatos.

“Este é um governo que ouve, não é um governo, não o foi e não o será, de decretos e, muito menos, no âmbito das relações laborais e da protecção social”.

A ideia do executivo é começar este processo gradualmente a partir de 2013. Só desta forma é possível sustentar o sistema de pensões a médio e longo prazo, caso contrário daqui a cinquenta anos nada estará garantido.