Última hora

Em leitura:

Damasco defende o direito de Teerão a programa nuclear civil


Síria

Damasco defende o direito de Teerão a programa nuclear civil

A Síria mantém-se ao lado do Irão, mesmo depois de Washington ter pedido a Bashar al Assad para afastar-se de Mahmoud Ahmadineijad.
 
O presidente sírio,  al Assad, assistiu em Damasco à assinatura de um acordo de livre circulação de pessoas entre a Síria e o Irão, aproveitou na conferência de imprensa após a cerimónia para defender o direito do Irão a um programa nuclear civil.
 
Mahmoud Ahmadineijad, presidente iraniano, de visita à Síria, aproveitou para dizer que agora, que não existe nenhuma separação entre a Síria e o Irão, Washington deve deixar de meter-se nos assuntos do Médio Oriente.
 
 
Bashar al Assad reagia desta forma à declaração de Hillary Clinton, secretária de Estado norte-americana, que pediu a Damasco para se afastar do Irão.
 
O encontro com os jornalistas foi seguido de uma cerimónia religiosa numa mesquita.
 

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Turquia discute ao mais alto nível a alegada tentativa de golpe de Estado pelas Forças Armadas