Última hora

Em leitura:

Escolas começam a abrir na Madeira


Portugal

Escolas começam a abrir na Madeira

Na Madeira, por entre as operações de limpeza, a vida vai retomando o seu curso normal, nos locais onde isso é possível.

14 estabelecimentos de ensino do Funchal abriram as portas esta quinta-feira, mas as autoridades recomendam a presença nas escolas apenas das crianças cujas famílias não tenham outra possibilidade de guarda.

Os testemunhos continuam a ser reveladores da tragédia que se abateu sobre a ilha, como este da mãe de Cristiano Ronaldo que não estava na Madeira:

“Eu vim mais para ajudar a minha irmã porque ela ficou sem nada. Ficou sem a casa, rebentou tudo. Por milagre, ela começou a gritar e o meu sobrinho conseguiu sair. Fui lá ver e é uma desgraça”.

A ilha começou também a enterrar os seus mortos, num momento em que o balanço oficial das vítimas continua a ser de 42 mortos e 18 desaparecidos.

As autoridades afirmam que não há motivo para alarme, apesar de as previsões meteorológicas serem de chuva para esta sexta-feira.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Ucrânia tem novo presidente