Última hora

Última hora

Governo e rebeldes do Darfur assinam cessar-fogo

Em leitura:

Governo e rebeldes do Darfur assinam cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

O Darfur caminha para a Paz. A promessa foi feita, esta quarta-feira, pelo presidente do Sudão Omar Al-Bashir com a libertação de 57 rebeldes, na sequência do acordo de cessar-fogo com o Movimento de Justiça e Igualdade.

A reacção das famílias não se fez esperar e muitas correram ansiosas para as portas da prisão.

“Esperamos que o presidente Bashir se comprometa com as palavras que proferiu e que implemente rapidamente o acordo, pedimos também que a outra facção rebelde se junte ao processo de Paz para a estabilidade do Darfur. Já sofremos demasiado”, disse a irmã de um rebelde.

Parte dos elementos libertados que integram o principal grupo rebelde da região estavam condenados à morte pelo envolvimento no ataque à capital de Cartum em 2008.

A assinatura do acordo de Paz foi firmada entre o Governo sudanês, no Qatar e o Movimento para a Justiça e Igualdade que prevê um cessar-fogo e uma paz definitiva a partir de 15 de Março.

Esta região do Oeste do Sudão é, desde 2003, palco de uma guerra civil que, segundo as Nações Unidas, já fez pelo menos 300 mil mortos e cerca de três milhões de deslocados.