Última hora

Última hora

Israel

Em leitura:

Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Recomeçou o processo por corrupção do antigo primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, em Jerusalém.
 
Sem precedentes na história de Israel, este processo contra um antigo governante esteve suspenso seis meses.
 
O antigo dirigente do Partido centrista Kadima, e ex-edil de Jerusalém, de 64 anos, é acusado, entre outras coisas, de ter transferido fundos de forma ilegal provenientes de um dador judeu americano, de fraudes, abuso de confiança e evasão fiscal e de ter pedido o reembolso de várias viagens para membros da sua família.
 
Os feitos imputados alegadamente ocorreram entre 2003 e 2006, quando Olmert dirigia a edilidade de Jerusalém.
 
Na sessão desta quinta-feira foi lida a acusação. 
O escândalo levou Olmert a demitir-se da liderança do governo em Setembro de 2008. O processo iniciou um ano depois.