Última hora

Última hora

Sarkozy agradece ajuda do Mali na libertação de refém francês

Em leitura:

Sarkozy agradece ajuda do Mali na libertação de refém francês

Tamanho do texto Aa Aa

Nicolas Sarkozy agradeceu às autoridades do Mali o papel na libertação de Pierre Camatte. O cidadão francês foi feito refém, há três meses, pelo braço armado da Al-Qaeda na África do Norte.

O presidente francês, numa curta visita a África, fez questão de se deslocar ao Mali para se encontrar com Pierre Camatte, libertado na terça-feira.

“Deram-me um cobertor e essa foi a minha prisão. Longe de tudo, isolado”, recordou Camatte.

O fim do cativeiro aconteceu dias depois da libertação de quatro rebeldes islamitas. Uma troca que mereceu sérias críticas da Argélia e da Mauritânia, que denunciaram uma cedência aos terroristas.

Nicolas Sarkozy sublinhou que a França não vai esquecer o gesto do Mali e que está determinada a participar na luta contra a Al-Qaeda.

Depois do Gabão e do Mali, Sarkozy estará hoje no Ruanda, naquela que é a primeira visita de um chefe de Estado francês ao país, após o genocídio de 1994.