Última hora

Última hora

"Site" Please Rob Me publica lista de casas potencialmente vazias baseando-se na informação das págians sociais

Em leitura:

"Site" Please Rob Me publica lista de casas potencialmente vazias baseando-se na informação das págians sociais

Tamanho do texto Aa Aa

Os sítios sociais na Internet são uma enorme fonte de informação pessoal. Isso não é novo. E se alguém utiliza essa informação para a colocar, por exemplo, na página “Please rob me” (Por favor roube-me)?

Lançada na semana passada, o sítio é da autoria de um grupo de jovens holandeses e começou por ser uma brincadeira, numa altura em que o direito à privacidade é amplamente discutido.

Barry Borsboom, um dos fundadores do “Please rob me” explica: “Começámos por querer fazer uma brincadeira, mas a página ganhou notoriedade, passou a ser uma forma de chamada de atenção, de uma maneira provocadora.”

O sítio indica quem está em casa e quem não está, de acordo com os “posts” colocados nas páginas sociais da internet. Ou seja, pense duas vezes quando quiser dizer aos amigos do “facebook” ou outra página social que vai duas semanas de férias ou tomar um copo.

Por exemplo, Will Kardas foi alvo de uma entrada no “Please Rob Me”: “Não quero estar no “Please Rob Me”, mas ao mesmo tempo é bom saber que estas páginas existem e difundem este tipo de informação.”

Almitra Inocencio não pensa assim: “Nunca se sabe. E se eu tiver cães Rottweilers? Ou armas em casa? Talvez viva com nove colegas que são marines! Não há forma de se saber.”

Talvez viver com nove marines seja bem melhor, por uma questão de segurança. No entanto, mais vale sempre prevenir do que remediar.