Última hora

Última hora

"Estratégia para o Danúbio" debatida em Budapeste

Em leitura:

"Estratégia para o Danúbio" debatida em Budapeste

Tamanho do texto Aa Aa

Budapeste acolheu a Conferência Internacional de Estratégia de Desenvolvimento do Danúbio. Na reunião, os dirigentes de perto de quinze países banhados ou próximos do rio lançaram as primeiras ideias da “Estratégia para o Danúbio” que visa desenvolver a exploração da via fluvial, respeitando o seu equilíbrio ecológico e a sua herança cultural.

Para Segiy Moroz, da organização ecologista WWF, “a reunião assume dimensões ainda mais importantes quando comparada com o que está a ser feito noutras bacias fluviais europeias, nas quais os Estados membros ainda estão atrasados em termos de desenvolvimento como em Espanha. E é ainda mais importante se considerarmos que o Danúbio é a bacia fluvial mais internacional do mundo.”

O objectivo desta estratégia é o de melhorar a qualidade de vida de pelo menos 115 milhões de pessoas que vivem na região. Para a WWF, esta estratégia deve ter uma dimensão regional e não nacional.

“Essa é a nossa proposta para o desenvolvimento da estratégia regional do Danúbio. Temos que deixar de pensar em termos de compartimentos e pensar em integração e garantir que o desenvolvimento económico da região respeita as fundações naturais” do rio, acrescenta Moroz.

O encontro contou com a presença de representantes da Alemanha, Áustria, Eslováquia, Roménia, Bulgária, República Checa, Eslovénia e sete países que não fazem parte da União Europeia.

A “Estratégia para o Danúbio” deverá ser adoptada durante a presidência semestral húngara no primeiro semestre de 2011.