Última hora

Última hora

UE quer combate anti-droga mais eficaz

Em leitura:

UE quer combate anti-droga mais eficaz

Tamanho do texto Aa Aa

Tornar o combate ao tráfico de droga mais eficaz este é o desejo da União Europeia.

Num documento elaborado conjuntamente, França e Espanha apelam para que os Estados membros dividam as tarefas e cooperem de forma mais eficaz nesta luta.

A heroína e a cocaína são as duas drogas consideradas prioritárias no documento. Paris e Madrid querem que os ministros do Interior cheguem a acordo sobre o teor do texto na reunião de Abril para o submeterem à aprovação dos Vinte e Sete na cimeira de Junho.

O mercado europeu absorve 17% da cocaína produzida anualmente na América Latina. Uma percentagem que se traduz por 150 toneladas de um valor de nove mil milhões de euros.

A cocaína latino-americana passa pela costa ocidental africana e é em seguida encaminhada para os mercados espanhol, italiano, português e francês.

A heroína asiática entra no velho continente pela Rússia, Turquia e pelos países dos Balcãs.