Última hora

Última hora

Turquia: Onda de detenção de militares divide opinião pública

Em leitura:

Turquia: Onda de detenção de militares divide opinião pública

Tamanho do texto Aa Aa

A detenção de antigos ou actuais altos quadros das Forças Armadas turcas está a dividir a opinião pública.

Por um lado, os militares são considerados o garante da laicidade do Estado, por outro, e devido ao longo historial de golpes de Estado, fazem reavivar receios passados.

Nos últimos dias dezenas de oficiais foram detidos e libertados. O poder judicial reage assim a uma alegada tentativa de golpe de Estado planeada em 2003.

Um turco residente em Ancara afirma: “Estamos a seguir estas detenções de forma ansiosa, enquanto cidadãos. Como não somos informados, estamos todos a pensar no que vai acontecer. Estamos preocupados”.

Um outro residente na capital está mais optimista: “Acredito que as investigações e as acusações devem ser mais transparentes e o público deve ser informado”.

Ontem, foram detidos outros 18 militares, entre os quais o chefe da polícia para militarizada de uma província feudo do islamismo político turco.

E na segunda-feira passada, pelo menos 40 outros militares foram interpelados.

Vários foram, entretanto libertados. A situação está a opor o Governo às Forças Armadas e a afectar a estabilidade da bolsa turca.