Última hora

Última hora

Alerta de tsunami levantado

Em leitura:

Alerta de tsunami levantado

Tamanho do texto Aa Aa

O pior parece já ter passado. O alerta de tsunami foi levantado no Japão, depois de vagas de 120 centímetros terem atingido o nordeste do país.

Como medida de prevenção cerca de 300 mil pessoas receberam ordem para abandonar a região.

Horas depois, as autoridades nipónicas dão conta de inundações, mas garantem que a situação está controlada.

O alerta de tsunami foi dado na sequência do violento sismo que atingiu o Chile e que, segundo o último balanço, provocou cerca de 300 mortos.

Também Moscovo levantou o alerta de tsunami que tinha lançado para a península de Kamtchatka – situada no extremo nordeste da Rússia – e para a ilha de Sakhalin.

As autoridades temiam ondas de dois metros e aconselharam os habitantes a abandonar as zonas de risco.

A Nova Zelândia e os países do Pacífico Sul também, baixaram o alerta de tsunami, depois de concluírem que a ameaça de ondas gigantes tinha passado.

As zonas costeiras foram atingidas com ondas de metros e meio de altura, mas não há registo de vítimas mortais.