Última hora

Última hora

Soldados chilenos sofrem no Haiti

Em leitura:

Soldados chilenos sofrem no Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

Os soldados chilenos que estão a ajudar o Haiti souberam, este sábado, que a desgraça também lhes tinha batido à porta.

Ansiedade e amargura, em dose dupla.

As chefias estavam atentas. A primeira preocupação, foi tranquilizar os efectivos, para que a missão não fosse afectada, como diz o comandante da força:

“A nossa primeira preocupação foi ajudar os soldados a contactarem, com as suas famílias. A maior parte vem do sul do Chile e foi-lhes dada prioridade”.

Isso foi determinante, para os soldados recuperarem a tranquilidade:

“Eu gostaria de estar com a minha família no Chile. Mas o meu dever é estar aqui. Estou calmo, porque já sei que a minha família está bem.Tivemos de interromper este trabalho de ajuda aos haitianos, para acabar com o grande sofrimento que estão a passar”

O Hati tenta agora reeguer-se.

Os números da catastrofe ainda impressionam. 220 mil mortos e e um milhão e 200 pessoas, sem abrigo.

Uma situaçao que pode agravar-se com a chegada, dentro de semanas, da época das chuvas.

O primeiro-ministro consegiu que a Comissão de Ajuda da ONU aprovasse uma proposta, para resolver a questão.

A prioridade é agora descongestionar os super-lotados campos de desalojados, com a transferència de pessoas, para locais próximos das suas anteriores habitações