Última hora

Última hora

"Mães de Srebrenica" querem julgamento rápido

Em leitura:

"Mães de Srebrenica" querem julgamento rápido

Tamanho do texto Aa Aa

As “Mães de Srebrenica” não quiseram faltar ao reinício do julgamento de Radovan Karadzic. O grupo de bósnios-muçulmanos manifestaram-se junto ao Tribunal Penal Internacional de Haia, esta manhã. Com o suicídio de Slobodan Milosevic bem presente na memória, os bósnios muçulmanos pedem um julgamento rápido.

Munira Subasic, presidente do movimento “Mães de Srebrenica”, quer “que o julgamento seja o mais curto possível para que casos como o de Milosevic não voltem a acontecer, para que seja correctamente sentenciado por forma a que projectos como o seu e o do Slobodan Milosevic não se repitam e para que o povo da Bósnia-Herzegovina possa continuar a viver as suas vidas.”

Um julgamento célere… um pedido legítimo por parte daqueles que esperam que se faça justiça desde 1995 e num ano em que se celebram os 15 anos do massacre de Srebrenica, considerado pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, como uma das páginas mais obscuras da história da organização.