Última hora

Última hora

Tensão aumenta no Chile

Em leitura:

Tensão aumenta no Chile

Tamanho do texto Aa Aa

O Chile tenta recompor-se do sismo, mas a pouco e pouco ressurgem novos focos de tensão.

Um incêndio num supermercado, na cidade de Conception, obrigou os bombeiros a travar uma batalha desmedida para conter a fúria das chamas.

Rodearam o edifício para evitar que o fogo alastrasse para outros espaços.

O incêndio deflagrou instantes depois de alguns populares pilharem o supermercado.

Procuravam sobretudo bens alimentares, numa altura em que a fome toma conta da região.

A presidente chilena apela à ordem para que a ajuda possa chegar a todos.

“Quero apelar à consciência das pessoas, precisamos de trabalhar em conjunto, as pilhagens e o crime não são aceitáveis”, disse Michelle Bachelet.

Para assegurar a ordem pública, foram mobilizados mais de dez mil soldados. Nas regiões mais afectadas foi decretado o recolher obrigatório.

O sismo de magnitude 8.8 na escala de Richter provocou mais de 700 mortos.

Na cidade costeira de Pelluhue, começaram as cerimónias fúnebres das vítimas do tsunami.

As equipas de socorro fazem o que podem para encontrar sobreviventes. Uma tarefa dificultada pelas réplicas que se têm feito sentir desde a madrugada de sábado.

As autoridades estimam, que o tremor de terra tenha afectado cerca de dois milhões de pessoas.