Última hora

Última hora

Maior rede de computadores pirateados desmantelada em Espanha

Em leitura:

Maior rede de computadores pirateados desmantelada em Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia espanhola anunciou ter desmantelado a maior rede mundial de computadores pirateados ao mesmo tempo que deteve três espanhóis que a dirigiam.

Na operação levada a cabo pela Guardia Civil, em colaboração com o FBI, as autoridades encontraram 13 milhões de computadores contaminados, que pertenciam a particulares, mas também a empresas privadas e a organismos públicos.

Estes chamados “computadores zombies” estavam espalhados por mais de 190 países e eram utilizados para subtrair dados pessoais, nomeadamente bancários.

Em conferência de imprensa, o comandante Juan Salom explicou que os hackers utilizavam a rede para roubar palavras-chave de sites corporativos e também de contas de correio electrónico. Desta forma podiam verificar e enviar e-mails em nome dos utilizadores.

A rede funcionava da seguinte forma: Um pirata informático controlava vários “computadores zombies” através da utilização dos endereços IP.

Estes computadores, utilizados à revelia dos utilizadores, serviam para o envio de spam, também chamado de lixo electrónico, ou até para atacar sites sensíveis.

No computador do responsável da rede foram encontradas informações pessoais de mais de 800 mil utilizadores.