Última hora

Última hora

Uganda: Desabamento de terras faz 80 mortos

Em leitura:

Uganda: Desabamento de terras faz 80 mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos 80 pessoas morreram e 400 continuam desaparecidas na sequência do desabamento de terras que enterrou várias aldeias no Uganda.

Esta manhã, foram retomadas as operações de buscas, num terreno ameaçado por novos aluimentos.

Seela Wazemba conta que a sua casa estava aqui. Perdeu tudo: mãe, irmão e filhos. Agora, diz, não lhe resta nada na sua vida.

Foi na noite de segunda para terça-feira que o pesadelo se abateu sobre as aldeias de Bukalasi, Bumayoka e Nametsi. Devido às chuvas torrenciais, a terra cedeu e torrentes de lama desceram pela montanha, engolindo quase tudo à sua passagem.

As aldeias situam-se no distrito de Bududa, próximo da fronteira com o Quénia. Uma região fustigada com frequência pelos desabamentos de terras.

Soldados, polícia, voluntários da Cruz Vermelha e habitantes lutam contra o tempo para encontrar sobreviventes. As equipas tentam chegar aos locais mais remotos, apesar das dificuldades e da falta de meios. As autoridades alertam que as fortes chuvas vão continuar.