Última hora

Última hora

ONU promete 10 milhões de dólares ao Chile

Em leitura:

ONU promete 10 milhões de dólares ao Chile

Tamanho do texto Aa Aa

O número de mortos identificados no Chile, vítimas do sismo de há uma semana, eleva-se a 452. Desde sábado passado que centenas de réplicas do primeiro sismo, com 8,8 graus na escala de Richter, foram sentidos. Ontem, vários tremores de terra, um deles com 6,6 graus, sacudiram a já destruída Concepción. O centro e sul do Chile foram as regiões mais afectadas pelos sucessivos abalos.

A presidente cessante, Michele Bachelet, encontrou-se ontem com o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, que prometeu dez milhões de dólares de ajuda ao país. O secretário-geral da ONU afirmou: “Temos de nos equipar para termos um melhor enquadramento, por forma a evitar desastres deste tipo. A promoção de estruturas que reduzam o risco de desastres é uma prioridade das Nações Unidas.” E acrescentou: “Espero que possamos continuar a trabalhar em conjunto nesse sentido.”

Os militares mantêm uma forte presença nas ruas das principais cidades afectadas. A ajuda humanitária começa a chegar. As pilhagens, em alguns pontos, estão a diminuir.

O responsável pelos serviços de hidrografia e oceanografia do Chile foi, entretanto, despedido, por alegadamente não ter sabido interpretar de forma correcta os sinais que davam conta da formação de um maremoto que ia irromper pela costa chilena.