Última hora

Última hora

"Estado de Guerra" conquista seis Óscares e inscreve Bigelow na história de Hollywood

Em leitura:

"Estado de Guerra" conquista seis Óscares e inscreve Bigelow na história de Hollywood

Tamanho do texto Aa Aa

“Estado de Guerra” é o grande vencedor dos Óscares. O filme de Kathryn Bigelow conquistou seis estatuetas, incluindo Melhor Filme e Melhor Argumento Original, e impôs-se em força contra o principal rival, “Avatar”, do ex-marido James Cameron.

O galardão para Melhor Realizador – ou, neste caso, Melhor Realizadora – fez de Bigelow a primeira mulher a conquistar o prémio nesta categoria.

Sandra Bullock também teve razões para festejar, conquistando o primeiro Óscar, na categoria de Melhor Actriz, com a representação em “Um Sonho Possível”, de John Lee Hancock.

O Óscar para o Melhor Actor foi para Jeff Bridges, pelo papel de um cantor de música “country” em fim de carreira em “Crazy Heart”. Aos 60 anos, e após cinco nomeações, Bridges conquista finalmente a almejada estatueta.

A prestação no filme de Scott Cooper já lhe tinha valido o Globo de Ouro.

A longa-metragem argentina “El Secreto de sus Ojos”, realizada por Juan Jose Campanella, surpreendeu com o Óscar para o Melhor Filme Estrangeiro.