Última hora

Última hora

Miliband justifica invasão do Iraque

Em leitura:

Miliband justifica invasão do Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

É a última audição sobre a participação do Reino Unida na invasão do Iraque, antes das eleições britânicas.
 
David Miliband justifica porque votou a favor da invasão: o regime de Saddam Hussein era um perigo para a paz e a segurança mundial, explicou, esta manhã, perante a Comissão de Inquérito.
 
O actual ministro britânico dos Negócios Estrangeiros – então secretário de Estado da Educação – acrescentou ainda que “na altura, todos os serviços secretos do mundo consideravam que o ditador iraquiano detinha ‘material’ que podia ser perigoso.
 
Declarações que corroboram as de Gordon Brown. O primeiro-ministro britânico, que inaugurou as audições, voltou a afirmar, esta sexta-feira, que a invasão do Iraque foi a boa decisão.
 
Brown, que esteve este fim-de-semana no Afeganistão e, na altura, era ministro das Finanças, negou ainda ter arruinado o orçamento por causa das necessidades militares.
 
O inquérito sobre a invasão do Iraque será pois, suspenso, até às eleições de 6 de Maio, para não correr o risco de ser “politizado”.