Última hora

Última hora

EADS retira candidatura a programa de aviões de abastecimento do Pentágono

Em leitura:

EADS retira candidatura a programa de aviões de abastecimento do Pentágono

Tamanho do texto Aa Aa

O consórcio europeu EADS não responderá, através do parceiro norte-americano Northrop Grumman, ao concurso público lançado pelo Pentágono para uma nova geração de aviões de abastecimento.

A decisão deverá deixar a norte-americana Boeing como única concorrente num negócio de 35 mil milhões de dólares.

O Pentágono mostrou-se “desapontado” com a notícia. O grupo Northrop Grumman justificou-se dizendo que o concurso “privilegia claramente o abastecedor de menor dimensão da Boeing e não reconhece como deveria as vantagens de um avião de abastecimento de maiores dimensões”.

A Boeing anunciou na semana passada a proposta de uma versão modificada do 767, mais pequena e mais económica em combustível que a versão do A330 que a EADS deveria apresentar.

As candidaturas deverão ser oficialmente transmitidas ao Pentágono até amanhã.