Última hora

Última hora

Turquia: Sobreviventes do sismo passam noite ao relento

Em leitura:

Turquia: Sobreviventes do sismo passam noite ao relento

Tamanho do texto Aa Aa

Foi a primeira noite passada ao relento, depois do abalo que destruiu as suas casas, no leste da Turquia. Apesar do frio, várias famílias passaram a madrugada à volta de fogueiras, depois do governo ter recomendado que evitassem entrar em casa devido ao perigo das réplicas. Foram registadas mais de 40.

O terramoto de magnitude 6.0 na escala de Richter devastou seis aldeias na província de Elazig. A região é atravessada pela falha sísmica de Anatólia oriental.

“Agarrei os meus filhos e fugi de casa. Vi todas as casas desfeitas. As pessoas gritavam e choravam, enquanto estavam presas nos escombros”, conta um sobrevivente.

O último balanço oficial dá conta de 51 mortos e cerca de 70 feridos, ainda que o governo tenha primeiro avançado com a notícia de 57 vítimas mortais. As primeiras cerimónias fúnebres aconteceram ontem.

As operações de resgate terminaram oficialmente e as autoridades garantiram não haver mais pessoas nos escombros. O primeiro-ministro já prometeu a construção de casas anti-sísmicas.