Última hora

Última hora

Biden condena novas construções em Jerusalém-Leste

Em leitura:

Biden condena novas construções em Jerusalém-Leste

Tamanho do texto Aa Aa

Em plena visita a Israel, o vice-presidente dos Estados Unidos condenou a decisão do governo de Benjamin Netanyahu de continuar a expandir um colonato em Jerusalém-Leste.

Joe Biden disse que “é precisamente o género de medida que mina a confiança necessária” ao diálogo israelo-palestiniano.

Telavive aprovou a construção de mais 1600 habitações em Ramat Shlomo, um colonato de judeus ultraortodoxos num sector de Jerusalém de maioria árabe, anexado por Israel em 1967.

O porta-voz da Autoridade Palestiniana, Ghassan Khatib, classificou a decisão como um indicador de que “a prioridade do governo israelita é consolidar a ocupação ilegal, em vez de colaborar para o sucesso das negociações, que devem tratar de acabar com essa ocupação”.

Israel tinha anunciado, já na segunda-feira, o início da construção de mais de uma centena de habitações num colonato na Cisjordânia.