Última hora

Última hora

Todas as estradas tailandesas vão dar a Banguecoque

Em leitura:

Todas as estradas tailandesas vão dar a Banguecoque

Tamanho do texto Aa Aa

Começaram a chegar à capital dezenas de milhar de “camisas vermelhas”, como são chamados os apoiantes do deposto e condenado antigo primeiro-ministro Taksin Shinawatra, para uma marcha que teve direito a ser inaugurada com a dança do Dragão.

Os manifestantes vêm de todo o país, em especial das províncias do norte, as mais pobres, para engrossar as fileiras de uma mega-manifestação que está marcada para Domingo.

O objectivo é derrubar o actual Governo liderado por Abhisit Vejjajiva, membro da elite tailandesa, educado em Oxford, que os manifestantes acusam de ter chegado ao poder de forma ilegitima.

Vejjajiva chegou ao poder com o apoio dos militares e da elite tradicional, que temiam a crescente popularidade do milionário Shinawatra, que chegou ao poder em 2001 e foi derrubado em 2006, após um golpe pacífico, acusado de corrupção e deslealdade para com o Rei, venerado no país.

O Palácio do Governo e vários edifícios julgados sensíveis, foram encerrados ou viram a segurança reforçada.

Em seis províncias e na capital foi accionada a Lei de Segurança Interna, o que permite aos militares intervir de forma directa.

Cerca de 50 mil soldados estão a ser ajudados por uns 40 mil voluntários responsáveis pela chamada defesa civil. Dezenas de milhares de guardas de segurança também foram chamados pelo Executivo.

Apesar do aparato, os residentes não temem um banho de sangue e o mercado financeiro do que é a segunda economia da Ásia não deu sinais de nervosismo.

is apoiantes do actual Governo vestem de amarelo, a cor do monarca.