Última hora

Última hora

Apagão deixa Chile à beira de um ataque de nervos

Em leitura:

Apagão deixa Chile à beira de um ataque de nervos

Tamanho do texto Aa Aa

Depois do sismo, o Chile foi atingido por um apagão, que deixou às escuras 80 por cento do território, durante várias horas.

Aconteceu também num concerto de beneficiência a favor das vítimas do tremor de terra, na capital, Santiago.

O terramoto que devastou a região ainda faz tremer muitos populares, mal refeitos da tragédia de 27 de Fevereiro, como revela o chefe das operações militares em Concepción.

“Ordenei a todas as forças militares para sairem à rua e patrulharem a região, de forma a tranquilizar os seus habitantes. Eu próprio estive a fazê-lo e o balanço é bastante positivo, apesar de um apagão destes colocar as pessoas à beira de um ataque de nervos, principalmente depois do sismo e das réplicas”, confessa o general Guillermo Ramirez.

Ao que tudo indica, o apagão terá sido provocado por uma avaria no sistema eléctrico.

O corte de luz afectou praticamente todo o Chile, desde a cidade de Taltal, no norte do país, até a Chiloé, no sul do território nacional.

A situação foi sendo resolvida de forma gradual durante a noite, restando apenas algumas zonas com problemas por resolver.