Última hora

Última hora

Maré vermelha na Tailândia

Em leitura:

Maré vermelha na Tailândia

Tamanho do texto Aa Aa

Aumenta a tensão na Tailândia, após a explosão de várias granadas na base militar da capital. De acordo com um porta-voz do exército, dois soldados ficaram gravemente feridos.

O ataque coincidiu com o protesto levado a cabo pelos camisas vermelhas, que deram um ultimato ao chefe de Governo para dissolver o parlamento e convocar eleições antecipadas.

O primeiro-ministro já fez saber que não pretende demitir-se, alegando, que o pedido dos manifestantes não corresponde à vontade de todos os tailandeses.

A resposta dos apoiantes do antigo chefe de Governo, Thaksin Shinawatra, derrubado pelos militares em 2006 foi imediata. Milhares de camisas vermelhas saíram à rua e prometem não arredar pé.

Os protestos arrastam-se desde sexta-feira. Ontem, reuniram na capital mais de 150.000 pessoas.

Os camisas vermelhas garantem, que as manifestações têm um carácter pacífico. Como medida de prevenção, milhares de soldados foram, entretanto, mobilizados. O exército já fez saber que pretende usar a força se necessário.