Última hora

Última hora

ETA na mira da polícia francesa

Em leitura:

ETA na mira da polícia francesa

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia francesa continua as buscas para encontrar os alegados membros da ETA responsáveis pela morte de um polícia, num tiroteio perto de Paris.

Pelo menos três pessoas, entre elas uma mulher, tentavam assaltar um concessionário de automóveis, quando foram surpreendidas pelas autoridades.

Aconteceu ontem à noite, em Dammarie-lès-Lys, a sudeste da capital francesa.

O ministro francês do Interior mostra-se solidário com os agentes da polícia.

“Vim até aqui para dizer às autoridades que estamos ao lado deles. Já tive oportunidade de me encontrar com a equipa que interveio e que foi muito corajosa”, disse Brice Hortefeux.

O único assaltante capturado foi identificado como Joseba Fernández Aspurz, procurado pelo envolvimento em actos de violência urbana.

O nome foi avançado pelos media espanhóis mas o próprio etarra acabou por se identificar, em euskara, a língua basca.

É o oitavo membro da organização terrorista detido este ano em França.

O tiroteio desta noite será também o quinto entre elementos da ETA e forças de segurança em território francês desde 1996, e o primeiro onde morre um polícia.

A última vez que o grupo terrorista tinha provocado mortes foi em Julho do ano passado, quando foram assassinados dois guardas em Maiorca.