Última hora

Última hora

Parlamento russo liga tratado START ao escudo antimíssil norte-americano

Em leitura:

Parlamento russo liga tratado START ao escudo antimíssil norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

A câmara baixa do Parlamento russo não vai ratificar o novo Tratado de Redução de Armas Estratégicas com os Estados Unidos, se não estiver ligado ao projecto do escudo antimíssil norte-americano na Europa de Leste.

O aviso foi feito pelo presidente da Duma, Boris Gryzlov, do partido ultra-maioritário Rússia Unida do primeiro-ministro Vladimir Putin.

Moscovo e Washington negoceiam há quase um ano um substituto para o tratado START 1, que deixou de estar em vigor a 5 de Dezembro.

O chefe da diplomacia russa preferiu um tom positivo, sublinhando que “não há motivos para preocupações”, já que “haverá uma ligação garantida legalmente” entre os dois assuntos.

Sergei Lavrov, que recebe na quinta-feira a visita de Hillary Clinton, disse que o novo acordo poderá estar pronto para ser assinado até ao início de Abril.

Em entrevista a uma revista russa, a secretária de Estado norte-americana tinha, no entanto, defendido a separação do novo START e do escudo antimíssil nas conversações bilaterais.