Última hora

Última hora

Unite tem cada vez mais apoio internacional

Em leitura:

Unite tem cada vez mais apoio internacional

Tamanho do texto Aa Aa

O sindicato de pessoal de cabina da British Airways (BA) Unite tem cada vez mais apoio internacional.

O Unite tem vindo a procurar apoio de sindicatos em vários países e para já os resultados da operação são bastante positivos no apoio à greve de três dias que tem início este sábado.

O International Brotherhood of Teamsters (IBT) foi o último a reconhecer publicamente estar solidário com o homólogo britânico. O líder do sindicato norte-americano, James P. Hoffa, diz que vai “agir de forma solidária com os irmãos e irmãs em Inglaterra e quer dar todo o apoio que puder à Unite. Para tal vamos explorar todas as possibilidades legais e sobretudo queremos que as pessoas saibam que têm todo o nosso apoio moral e todo o apoio material de que necessitem.”

A British Airways já afirmou que, de acordo com a legislação norte-americana, os membros do IBT não podem recusar abastecer os aviões da companhia.

Steve Turner do Unite considera que “a dedicação e o orgulho dos nossos membros estão actualmente a ser minados pelo que consideramos ser um ataque contra o seu profissionalismo e isso é completamente inaceitável. Sem uma proposta da British Airways em cima da mesa não temos outra alternativa que não seja a de convocar uma greve na próxima semana.”

O Unite convocou também um segundo movimento de protesto, mas desta vez de quatro dias, a partir do dia 27.

O protesto surge no seguimento do anúncio da BA segundo o qual vai reduzir 1.200 postos de trabalho, a dotação nas viagens de longo curso e o congelamento de salários por um período de dois anos.