Última hora

Última hora

Eurostat faz as contas ao lixo europeu

Em leitura:

Eurostat faz as contas ao lixo europeu

Tamanho do texto Aa Aa

Quem é que produz mais lixo na União Europeia? Os dinamarqueses, sem dúvida. Segundo o Eurostat, o gabinete de estatística da União Europeia, em 2008, cada dinamarquês produziu 802 quilos, o valor mais elevado entre os Vinte e Sete. Seguem-se os cipriotas, com 770 quilos por pessoa e por ano, e os irlandeses com 733 quilos.

No fundo da lista estão os checos com 306 quilos por habitante por ano, muito abaixo da média europeia que é de 524 quilos. Portugal está também abaixo da média, com 477 quilos por habitante.

Mas não é só a produção que conta é também a forma como se trata o lixo. E, essa, varia entre os Vinte e Sete.

Em território português, 65% dos detritos termina nas lixeiras. Uma percentagem superior à média europeia (40%), mas longe dos cem por cento registados na Bulgária. A Áustria é o país europeu que lidera em termos de reciclagem e compostagem (70%), enquanto a Dinamarca ganha na incineração, com 54%.

A directiva, aprovada em 2008 pelo Parlamento Europeu, fixa que, até 2020, os Estados membros devem reciclar pelo menos 50% do lixo doméstico ou similar. Neste campo há ainda muito a fazer.

A Alemanha é o país que mais recicla, 48% dos detritos, quando em Portugal esta forma de tratamento representa apenas 9% do lixo produzido.