Última hora

Última hora

Obama arregaça as mangas na saúde

Em leitura:

Obama arregaça as mangas na saúde

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente norte-americano vive este fim-de-semana um momento político crucial. A partir de Domingo a Câmara dos Representantes tem luz verde para votar a última versão do projecto de reforma do sistema de saúde.

Barack Obama adiou mesmo visitas oficiais ao exterior para se dedicar à aprovação da reforma, uma das principais promessas eleitorais.

Com alguma oposição no seio dos próprios democratas, Obama empenha-se a fundo para que tudo corra bem.

“Se este voto falhar, as seguradoras vão continuar a funcionar selvaticamente na América. Vão continuar a negar cobertura às pessoas, vão continuar a negar assistência e vão continuar a aumentar os prémios 40%, 50% e 60% como fizeram nas últimas semanas, sem prestar quaisquer contas”, disse Obama na Universidade de George Mason na Virgínia.

Os analistas consideram que um chumbo da reforma pode enfraquecer o poder político do presidente e comprometer a sua capacidade para avançar com outras medidas de fundo no futuro.