Última hora

Última hora

Carta Pastoral sobre pedofilia lida na Irlanda

Em leitura:

Carta Pastoral sobre pedofilia lida na Irlanda

Tamanho do texto Aa Aa

É uma carta pastoral sem precedentes e foi hoje lida na catedral de Armagh, na Irlanda do Norte. O Papa escreveu ter “vergonha e remorsos” pelos crimes de pedofilia na Igreja Católica e pediu desculpa às vítimas.
 
Bento XVI disse que os culpados devem responder “diante de Deus e dos tribunais”, anunciando que vai ser aberto um inquérito nas instituições católicas irlandesas.
 
A carta pastoral foi lida pelo cardeal Sean Brady, 
que esta semana pediu desculpa por não ter denunciado abusos sexuais do seu conhecimento. 
 
O Primaz da Irlanda disse que o Papa “assinalou erros graves de julgamento e falhas de liderança” do episcopado  irlandês, que “perdeu credibilidade”, ainda que “fosse difícil saber como reagir nestas situações”. Bento XVI pede ao episcopado que continue “os esforços para remediar os erros passados e prevenir situações idênticas através do direito canónico e da cooperação com as autoridades civis”.
 
As associações defensoras das vítimas de pedofilia reclamam a demissão do cardeal, depois deste ter admitido que, em 1975, participou em reuniões onde as presumíveis vítimas assinaram promessas  de silêncio.
 
A mensagem do Papa vai ser lida, amanhã, a todos os paroquianos irlandeses. Bento XVI mostra-se também disponível para se encontrar pessoalmente com as vítimas para ouvir as suas queixas.