Última hora

Última hora

Fillon e Sarkozy preparam resposta a derrota nas regionais

Em leitura:

Fillon e Sarkozy preparam resposta a derrota nas regionais

Tamanho do texto Aa Aa

Face à derrota significativa da maioria nas eleições regionais em França, o primeiro-ministro efectuou esta manhã uma visita a Nicolas Sarkozy, para “fazer o ponto da situação”.

Segundo o secretário-geral do Eliseu, François Fillon e o presidente francês equacionam uma “restruturação técnica” do governo.

A UMP de Sarkozy apenas vai governar na Alsácia e em duas regiões ultramarinas, enquanto a aliança nacional de esquerda e a esquerda dissidente conquistaram 23 das 26 regiões francesas.

A líder do Partido Socialista, principal força da oposição, já reclamou uma mudança de rumo nas reformas do executivo.

Martine Aubry sublinhou que os franceses “exprimiram a rejeição da política do presidente e do governo. Sancionaram uma política injusta, de presentes fiscais para os mais privilegiados, em detrimento do emprego, da luta contra o desemprego e do poder de compra”.

Se a direita perdeu terreno, já a extrema-direita reconquistou peso na paisagem política.

A Frente Nacional obteve perto de 10 por cento dos votos. Razão suficiente para o líder histórico, Jean-Marie Le Pen, recusar aos 82 anos a classificação das regionais como o seu “último combate eleitoral”.