Última hora

Última hora

Ex-ministros trabalhistas suspensos por suspeita de corrupção

Em leitura:

Ex-ministros trabalhistas suspensos por suspeita de corrupção

Tamanho do texto Aa Aa

Um novo escândalo envolve elementos da alta esfera política britânica. Três antigos membros do governo trabalhista foram suspensos do partido depois da divulgação de um vídeo em que prometem influenciar a política do actual Governo a troco de dinheiro. Alguns pediram quatro mil euros por dia de trabalho.

No vídeo pode ver-se o antigo ministro da Defesa, Geoff Hoon, o antigo secretário de Estado para o Transporte, Stephen Byers e Patricia Hewit, antiga secretária de Estado para a Saúde. Os três foram enganados por jornalistas que se faziam passar por um grupo de lobby americano. A suspensão teve efeitos imediatos. Um inquérito foi instaurado.

No ano passado a opinião pública revoltou-se depois do escândalo das despesas dos deputados britânicos – que incluiam filmes pornográficos e material de casa de banho – tudo pago com dinheiro público.

Este vídeo é difundido num altura em que David Cameron, líder do Partido Conservador, é favorito para vencer as legislativas que devem realizar-se em Junho.

Cameron parece capitalizar politicamente a vários níveis – o líder dos “tories” vai ser pai pela quarta vez, o que está a apaixonar a opinião pública britânica, isto porque o seu filho mais velho, Ivan, que sofria de paralisia cerebral, morreu no ano passado com seis anos. A mulher de Cameron, Samantha, deve dar à luz em Setembro.