Última hora

Última hora

Sarkozy remodela Governo após derrota eleitoral

Em leitura:

Sarkozy remodela Governo após derrota eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, foi rápido a tirar a lição da derrota histórica do seu partido UMP nas eleições regionais de domingo, em França.

Um dia depois do escrutínio, o Palácio do Eliseu revelou as novas caras do elenco governativo.
Um dos primeiros nomes anunciados foi o do ministro do Orçamento, François Baroin, político muito próximo do ex-presidente Jacques Chirac. Esta promoção é vista como um esforço para satisfazer a antiga ala conservadora francesa, que tem sido esquecida desde que Sarkozy assumiu o poder em 2007.

Baroin sucede a Eric Woerth, que passa a gerir a pasta do Trabalho e dos Assuntos Sociais, um cargo que pertencia a Xavier Darcos. Este, é a principal vítima de uma derrota eleitoral pesada para a direita parlamentar e único a receber ordem de saída do governo.

Numa outra tentativa de silenciar as críticas à direita, Sarkozy nomeou George Tron, aliado do arqui-rival político do presidente, Dominique de Villepin. Tron responde agora pela pasta da Função Pública, sob tutela de Eric Woerth, evocando um “gesto simbólico” na direcção da ala fiel ao ex-primeiro ministro francês.

Com este jogo de cadeiras os franceses esperam que Sarkozy abrande mais nas reformas impopulares.

Uma das propostas de alteração que mais terá levado os eleitores a punirem o governo prende-se com a aplicação de um imposto ecológico sobre as emissões de dióxido de carbono, que para os franceses só faz sentido à escala europeia.