Última hora

Última hora

Homens nus de Gormley em Nova Ioque

Em leitura:

Homens nus de Gormley em Nova Ioque

Tamanho do texto Aa Aa

Trinta e uma estátuas de um homem despido de um metro e oitenta estão actualmente espalhadas pela paisagem urbana de Nova Iorque.

O artista britânico responsável pela obra diz que se trata de uma reflexão sobre o papel do indivíduo moderno.

Antony Gormley explica que a instalação tem o nome de “Event Horizon”. As figuras “estão a olhar para um horizonte que não podemos ver, porque a linha do céu é muito elevada e densa, com edifícios altos. Estão a olhar para um horizonte mais alargado. A ideia é [reflectir] sobre onde encaixa o ser humano hoje em dia, quando muitos de nós vivemos em cidades”.

Com a maioria das estátuas colocadas no cimo de edifícios, a Polícia de Manhattan lançou um alerta prévio, para evitar uma vaga de chamadas de emergência como aconteceu com a exibição em Londres em 2007.

Este nova-iorquino diz que gosta porque “quando se olha para elas pela primeira vez, parecem pessoas que vão talvez saltar e isso faz-nos parar. Tudo o que nos faz parar na cidade é uma coisa boa, e é também uma desculpa para olhar para cima”.

Mas para outros habitantes, não são estas estátuas que fazem falta em Nova Iorque.

Esta mulher pergunta: “Porque não flores ou árvores? Porquê um homem nu?”

Um opinião partilhada certamente pelo presidente da Câmara de Moscovo, que recusou a instalação enviando uma carta a Gormley onde dizia que a sua cidade “não precisava de 31 homens de aço nus e ferrugentos”.