Última hora

Última hora

Suíça pondera levantar restrições imposta à Líbia

Em leitura:

Suíça pondera levantar restrições imposta à Líbia

Tamanho do texto Aa Aa

A Suíça está disposta a levantar a proibição da entrada de alguns cidadãos líbios no país, por pressão da União Europeia.

A intenção foi anunciada pela chefe da diplomacia helvética, Micheline Calmy-Rey num encontro, esta quarta-feira, em Bruxelas, com a Catherine Ashton.

A representante do grupo dos 27 elogiou o gesto que espera pôr fim ao conflito entre a Suiça e a Líbia, e aguarda por uma resposta de Tripoli, com o levantando das medidas restritivas aos cidadãos europeus.

Reafirmando a intenção, Berna publicou um comunicado onde clarifica que levantará a proibição de entrada às 188 personalidades líbias, no país, imposta em Outubro de 2009.

O chamado gesto de boa vontade suíço não esconde, o verdadeiro objectivo… a libertação de Max Goldi, empresário que está detido na Líbia, desde 2008.

O diferendo bilateral começou com a detenção de um dos filhos do presidente líbio Mouamar Kadafi, e da mulher, em genebra em 2008, acusados de maus tratos aos empregados domésticos.

Uma detenção curta mas que Tripoli respondeu imediatamente com o corte de relações comerciais com a Suíça Por último bloqueou a entrada de cidadãos suíços no país e dos restantes 24 países europeus, do espaço Schengen.