Última hora

Última hora

Jornal do Vaticano denúncia tentativa de manchar reputação do Papa

Em leitura:

Jornal do Vaticano denúncia tentativa de manchar reputação do Papa

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Bento XVI não comentou o último escândalo de pedofilia, publicado esta quinta-feira, na imprensa americana.

O sumo Pontífice reuniu-se com cerca de 70 mil jovens, na Praça de São Pedro, no Vaticano, por ocasião do 25º aniversário das Jornadas Mundiais da Juventude.

No mesmo dia o jornal do Vaticano escreveu que a divulgação dos vários escândalos de abusos sexuais tem como objectivo levar à resignação do Papa.

O New York Times revelou que o cardeal Joseph Ratzinger, na altura prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé e outros dirigentes da Igreja sabiam dos abusos sexuais cometidos pelo padre Lawrence Murphy, no Wisconsin, contra 200 crianças surdas, entre 1950 e 1974.

O presidente da associação de vítimas de abuso sexual por padres, Mark Salmon, explicou que um dos documentos descobertos revelou que o Padre Murphy era um grande angariador de fundos. Quando foi conhecido o escândalo a diocese temeu perder o dinheiro que tinha recolhido.

A notícia deixa o Papa numa posição embaraçosa, um dia depois de aceitar a demissão do bispo irlandês, John Magee, exactamente por ocultar casos de pedofilia.