Última hora

Última hora

Moscovo admite renegociar preços do gás com Kiev

Em leitura:

Moscovo admite renegociar preços do gás com Kiev

Tamanho do texto Aa Aa

A Rússia está disponível para negociar os preços do gás com a Ucrânia.

Moscovo defende que o contrato que fixa as condições de fornecimento é equilibrado, mas admite que documento possa vir a ser renegociado.

Kiev considera que os preços em vigor são injustos, mas já fez saber que pretende pagar a factura deste mês tempo e horas

Em conferência de imprensa o chefe de Governo ucraniano considera que é necessário esquecer os últimos cinco anos e defende um novo começo nas relações entre os dois países.

Kiev pretende recomeçar do zero à semelhança do que fez Washington. Uma abertura recebida de braços abertos por Moscovo

O primeiro-ministro russo garante que não existem assuntos tabu entre os dois países e que a cooperação energética vai continuar a dominar as relações entre a Rússia e a Ucrânia.

A chegada ao poder do novo presidente ucraniano, Victor Ianukovich, promete por um ponto final na guerra do gás entre Kiev e Moscovo. Um braço de ferro, que afectou vários países europeus