Última hora

Última hora

Naufrágio de navio sul-coreano deixa Seul em estado de alerta

Em leitura:

Naufrágio de navio sul-coreano deixa Seul em estado de alerta

Tamanho do texto Aa Aa

Não há nenhum indício de que o barco da marinha sul-coreana que se afundou ontem à tarde tenha sido alvo de um ataque da Coreia do Norte, declarou fonte militar de Seul.

Dos 104 marinheiros a bordo, 46 continuam desaparecidos e 58 foram resgatados. O naufrágio aconteceu depois de uma explosão, cujas causas permanecem desconhecidas.

Tudo se passou na fronteira entre as duas Coreias, junto à ilha de Baengnyeong, controlada pela Coreia do Sul mas localizada numa zona do Mar Amarelo disputada pelo Norte.

O presidente sul-coreano convocou uma reunião de emergência com o ministro da Defesa e oficiais do exército.

O episódio concentrou todas as atenções porque aconteceu horas depois de um porta-voz das Forças Armadas da Coreia do Norte ter ameaçado “ataques nucleares sem precedentes” contra os Estados Unidos e a Coreia do Sul.

As duas Coreias continuam formalmente em estado de guerra, depois do conflito de 1950-1953 ter terminado numa trégua, mas sem tratado de paz.