Última hora

Última hora

Grécia emite novas obrigações

Em leitura:

Grécia emite novas obrigações

Tamanho do texto Aa Aa

O governo grego mandatou cinco bancos esta segunda-feira para procederem à organização da operação de obrigações no mercado de capitais.

É a primeira operação financeira do governo desde o acordo a nível europeu obtido na semana passada a fim de auxiliar aquela que é a maior dívida pública do bloco europeu.

O economista Gikas Hardouvelis disse que “o governo grego agiu na altura certa, uma vez que tinha que testar o mercado, agindo depois das decisões tomadas na semana passada pelo Conselho Europeu”.

O governo do primeiro-ministro George Papandreou tem que angariar 15,5 mil milhões de euros até ao final de Maio. Três horas após o anúncio da operação, teriam sido arrecadados 7 mil milhões de euros.

A operação contudo comporta riscos acrescidos para os investidores como explica o economista alemão, Oliver Roth.

“Um ‘spread’ de mais 300 pontos base, em conjunto com garantias do FMI e da União Europeia, é suficiente para realizar esta operação de obrigações gregas. Este ‘spread’ elevado significa que o país não conseguirá poupar dinheiro uma vez que o terá que gastar no pagamento de juros no mercado.”

Esta segunda-feira, o chefe do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Khan, afirma que até ao momento não há qualquer indicação de que a Grécia vá precisar de assistência.