Última hora

Última hora

Haiti promete investir na educação para construir um novo país

Em leitura:

Haiti promete investir na educação para construir um novo país

Tamanho do texto Aa Aa

Ajudar o Haiti a reconstruir-se, após o violento sismo de 12 de Janeiro, é o objectivo da Conferência de Doadores, que está a decorrer na sede da ONU, em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pede à comunidade internacional que apoie o plano do presidente René Préval para o sonho haitiano: “Para citar o presidente, é um plano para criar um novo Haiti, um Haiti onde a maioria da população não viva numa profunda pobreza. Segundo este plano, será criada uma Comissão interina de Reconstrução do Haiti, que, ao longo dos próximos 18 meses, irá canalizar 3,9 mil milhões de dólares para programas e projectos específicos. A reconstrução do novo Haiti deverá levar dez anos, e precisa de 11,5 mil milhões de dólares.”

Desta conferência, devem sair, pois, quase 4 mil milhões de dólares, uma parte dos quais René Préval promete investir na educação: “Para alcançar este novo sonho do país, para dar uma nova hipótese a este novo projecto de humanidade, a educação é – estou convencido – a via principal.”

Mais de 200 mil pessoas morreram e um milhão e 200 mil ficaram sem casa. A União Europeia promete 1,2 mil milhões de euros de ajuda. A primeira fase de reconstrução do país visa a construção de escolas, hospitais, estradas e portos.