Última hora

Última hora

Obama-Sarkozy apresentam uma frente unida em Washington

Em leitura:

Obama-Sarkozy apresentam uma frente unida em Washington

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama e Nicolas Sarkozy, que não demonstraram grande apreço um pelo outro no passado, apresentaram-se frente aos jornalistas, na terça-feira, bem humorados e cheios de confiança mútua. Os presidentes dos Estados Unidos e de França mantiveram um encontro de mais de uma hora na Sala Oval da Casa Branca. Afeganistão, Irão, Nato ou economia foram alguns dos temas abordados.

Após o encontro oficial, os presidentes francês e norte-americano falaram aos jornalistas:

“Concordámos continuar a trabalhar de forma agressiva para promover a recuperação económica e criar mais emprego. isso inclui, tal como acordado pelo G20 em Pittsburgh, substituir o velho ciclo da bolha que rebenta por um crescimento equilibrado e sustentado. Este plano requer coordenação eficiente entre todas as nações.”, afirmou Obama.

No que toca ao Irão, Sarkozy prometeu todo o apoio da Europa: “O Irão não pode manter esta corrida louca. Disse ao presidente Obama que, com Gordon Brown e Angela Merkel, farei todos os esforços para que a Europa inteira se comrpometa no processo de sanções.”

E o tema que recentemente opôs Paris e Berlim a Washington – a aquisição de aviões de abastecimento em pleno voo para o exército norte-americano – parece ter sido resolvido na Sala oval. Obama prometeu que o processo vai ser “livre e justo”.

Isto porque o grupo europeu aeronáutico EADS, aliado à americana Northrop, retirou-se da corrida ao contrato, acusando o processo de estar viciado a favor da concorrente Boeing.

O contrato tem um valor de 35 mil milhões de dólares.