Última hora

Última hora

Mundo promete mais de 11 mil milhões para reconstruir o Haiti

Em leitura:

Mundo promete mais de 11 mil milhões para reconstruir o Haiti

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de cem países discutiram ontem a reconstrução do Haiti, destruído por um sismo há mais de dois meses.

O país deixou de estar operacional, a população depende da ajuda internacional para viver e a paisagem geral está pejada de escombros.

A conferência terminou com uma declaração de promessa de doações na ordem dos 5,3 mil milhões de dólares norte-americanos para os próximos dois anos e 9 mil milhões a longo prazo.

Ban Ki Moon, secretário-geral da ONU, afirmou no encerramento da conferência: “Temos de nos certificar de que os haitianos recebem o dinheiro que necessitam. Temos de garantir que esse dinheiro vai ser bem gasto.”

Resta saber se desta vez a comunidade internacional vai respeitar a promessa, já que dos mil milhões e quatrocentos mil dólares prometidos logo a seguir ao sismo de 12 de Janeiro, apenas metade chegou à ONU.

A mega-reunião realizou-se na sede da ONU, em Nova Iorque, onde foi também decidido que vários mercados internacionais vão ser abertos ao Haiti com isenção fiscal para produtos haitianos através de regras preferenciais de origem de forma a ajudar o país a desenvolver-se e deixar de depender da “caridade”.